Enquanto a situação do COVID-19 na China começa a se estabilizar, os efeitos do vírus sobre a saúde pública e a economia estão sendo sentidos cada vez mais em outros países da Ásia, Europa e Américas.
Como empresa que atua no mercado global e em contato direto com inúmeras comunidades ao redor do mundo, nossos pensamentos estão com nossos colegas, clientes e fornecedores que estão trabalhando incansavelmente para superar os desafios únicos trazidos por esta situação.
Estamos monitorando cada etapa dos acontecimentos e adaptando nossa resposta diariamente. Nosso foco é proteger a saúde e a segurança de nossos colaboradores, e garantir que as operações de nossos clientes continuem da forma mais tranquila possível durante este período difícil. Fornecemos continuamente informações aprofundadas aos nossos colegas de vendas e de operações, para que possam dar o suporte necessário a nossos clientes com as orientações mais atualizadas e pertinentes possíveis.

SITUAÇÃO GERAL NA CHINA
Aos poucos os negócios estão voltando ao normal. Com exceção da Província de Wuhan/Hubei, as fábricas em todo o país estão retomando a produção, com uma variação na mão-de-obra atual entre 50 e 80%. Àqueles que viajaram de outras províncias, ainda é imposto um período de quarentena de 14 dias. Esta quarentena está implicando diretamente tanto na força de trabalho de transporte quanto na força de trabalho em geral. Esperamos, portanto, que a produção volte à capacidade total até o final deste mês de março.

SITUAÇÃO GERAL NA ÁSIA-PACÍFICO, EUROPA E AMÉRICAS
Estamos monitorando a situação diariamente, em particular na Coreia do Sul, Itália e França.
Abaixo disponibilizamos uma atualização detalhada de como o COVID-19 está afetando os transportes.


IMPACTO NOS TRANSPORTES:

MARÍTIMO
Embora a demanda seja atualmente limitada, a maioria dos portos chineses estão totalmente operacionais. O porto de Wuhan também está gradualmente retomando as operações.
Como a produção na China aumenta mais uma vez, uma maior pressão será colocada sobre os recursos. As fontes, incluindo a Lloyd’s List Intelligence, indicam que existe atualmente uma escassez de equipamentos. Estamos cientes do congestionamento grave nos portos de Xangai, Tianjin e Ningbo, devido à coleta lenta de contêineres. Isso significa que muitos contêineres de importação ainda não podem ser aceitos ou transferidos para os armazéns chineses. Há também uma escassez de plugues para contêineres refrigerados em terminais de embarque.
Até que a China retorne à regularização dos volumes de produção, os armadores continuarão a operar com omissões seletivas de navios até o final de março. Esta interrupção está atrasando o reposicionamento de equipamentos em regiões-chave ao redor do mundo, resultando em escassez de contêineres na América do Norte, América Latina e Europa, e o cancelamento de partidas até meados de março.

AÉREO
A situação geral em relação aos aeroportos e liberação aduaneira na China está melhorando gradualmente. Apenas o aeroporto de Wuhan permanece fechado para o tráfego comercial.
A Coreia do Sul viu uma redução de mais de 70% nos voos de passageiros partindo ou voltando da Ásia, e 20% menos voos de passageiros indo e vindo da EMEA e das Américas. Embora os cargueiros continuem operando, notamos que a capacidade global é limitada.
A redução da capacidade causada pela atividade limitada de voo de passageiros também está ocorrendo no Japão e no Vietnã.

RODOVIÁRIO
No geral, os transportes rodoviários na China continuam se recuperando. No entanto, ainda exigem reservas antecipadas na China Ocidental.
A operação transfronteiriça para caminhões de ida e vinda de Hong Kong (SAR, China) permanece normal. A fronteira China/Vietnã (fronteira com Pingxiang) retomou as operações em 17 de fevereiro de 2020, e após a remoção da cota de movimento dos caminhões, a situação está melhorando gradualmente.
Para o transporte transfronteiriço para países da Ásia Central, a fronteira China/Cazaquistão (fronteira com Horgos) permanece fechada até meados de março. O transporte de caminhões para a Europa através da rota China/Rússia (fronteira de Manzhouli) continua normal.
Atualmente, não vemos impactos operacionais no serviço de caminhões transfronteiriços entre os países da ASEAN.

SOLUÇÕES PARA EMBARQUES URGENTES
Continuamos comprometidos a atender nossos valiosos clientes. Além de trabalhar em estreita colaboração com parceiros para fornecer soluções para embarques, também ativamos modos de transporte alternativos e soluções de rotas para dar suporte às suas necessidades de negócios.
A saúde e a segurança de nossos clientes e colaboradores continua sendo nossa prioridade máxima.
Agradecemos a compreensão e apoio durante este período.

Publicado por XModal News

Plataforma web de soluções integradas em Logística Internacional e Nacional.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

Crie um novo site no WordPress.com
Comece agora
%d blogueiros gostam disto: